top of page

Oficial Blog
BELEZA SAÚDE E BEM ESTAR

01.png

Corte Químico: Causas, Recuperação e Prevenção

O corte químico é um problema sério que ocorre quando o cabelo se torna tão danificado por processos químicos que começa a quebrar-se, muitas vezes de forma desigual.

Isso pode ser causado pelo uso excessivo de alisamentos, descolorações, tinturas e permanentes, especialmente quando são aplicados com pouca diferença de tempo entre eles.

Fatores como a falta de hidratação adequada, exposição excessiva ao calor e a escolha de produtos inadequados também contribuem para enfraquecer os fios, aumentando a probabilidade de corte químico.


Para recuperar o cabelo após um corte químico, é fundamental seguir uma rotina de cuidados intensivos. Primeiramente, pare imediatamente de aplicar tratamentos químicos e minimize o uso de ferramentas de calor. Invista em produtos reconstrutores, como máscaras capilares com queratina, colágeno e aminoácidos, que ajudam a fortalecer a estrutura do cabelo. Além disso, tratamentos hidratantes são essenciais para restaurar a umidade perdida e melhorar a elasticidade dos fios. Procure também realizar cortes regulares para remover as pontas danificadas e estimular o crescimento saudável do cabelo.


Para evitar o corte químico, é super importante adotar uma abordagem preventiva e cuidadosa. Sempre realize testes de mecha antes de aplicar qualquer tratamento químico para avaliar a resistência do cabelo. Espere pelo menos 4 a 6 semanas entre processos químicos diferentes e nunca sobreponha tratamentos agressivos. Mantenha uma rotina de cuidados capilares que inclua hidratação regular, nutrição e proteção térmica. Evite também o uso excessivo de ferramentas de calor e produtos que contenham sulfatos, parabenos e silicones, que podem fragilizar ainda mais os fios. Com esses cuidados, é possível manter o cabelo saudável e evitar danos severos.

Comments


bottom of page